Quarta-feira, 1 de Janeiro de 2014

DUODÉCIMOS

SUBSÍDIO DE NATAL EM DUODÉCIMOS: O QUE É ISSO?
Eu não sou trabalhador.
Mas já fui trabalhador por conta de outrem durante 52 anos. 
Para uma para ter a garantia de alguma qualidade de vida na velhice, descontaram-me uma percentagem do meu ordenado durante 45 anos.
O Estado não negociou comigo se eu queria ou não construir esse pé de meia, mas eu aceitei a imposição e deixei que o estado gerisse e usasse o meu pecúlio a seu belo prazer, com a condição de proceder à sua devolução em suaves prestações quando eu abandonasse a minha actividade laboral, e até ao fim da minha vida.
Mais tarde, entendi que o estado não estava a ser cumpridor e o valor das prestações que me devolvia não condizia com aquilo que eu tinha descontado ao longo de 45 anos e reivindiquei, negociei e levei o estado a pagar mais dois meses por cada ano, a que se deu o nome se subsídio de Natal e subsídio de férias.
Até que um dia, alguém se lembrou que o acordo que o estado tinha negociado comigo, e que até então tinha sido respeitado, deveria ser alterado e sem querer saber se eu estava de acordo ou não, resolveu subverter a regras do jogo e não só reduzir as prestações, aplicando-lhe impostos, como deixar de pagar ou pagar os subsídios em pequenas prestações.
Claro que eu não estou de acordo.
Se eu confiei no estado para ser o meu fiel depositário de uma verba que é minha, que eu poupei ao longo de tantos anos, não tem agora o direito ao abrigo de uma crise que eu não sou minimamente culpado, inverter as regras do jogo e dispor das minhas poupanças como lhe der na real gana.
Eu quero, eu exijo, eu reivindico, porque tenho esse direito, que me seja pago tudo aquilo a que tenho direito, tal como está definido na lei e como ficou assente entre as partes após as negociações efectuadas a partir de 25 de Abril de 1974.
A. J. Carvalho.
publicado por lino47 às 16:08
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Refugiados e imigrantes

. Será verdade?

. O Professore Catedrático

. Professores.

. Dos fracos não reza a his...

. comentários

. A Guerra na Síria

. O eucalipto

. O meu patrão é rico

. Cavaco Silva

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Agosto 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.favorito

. Burla

blogs SAPO

.subscrever feeds