Quarta-feira, 9 de Setembro de 2015

O Absurdistão

Vivemos no absurdistão

Um alto quadro das Polícias Secretas, confirma publicamente que fez escutas a cidadãos, sem qualquer cobertura legal. Agiu segundo ordens superiores, com intuitos políticos e com intuitos pessoais (casos de infidelidade).

Um antigo alto quadro das Polícias de Investigação Criminal, montou uma rede organizada de roubos, utilizando rufias de uma claque de futebol e fardamentos da polícia. Especializaram-se em roubar idosos solitários.

...Um Comandante de Polícia (SEF) e vários outros altos quadros do Governo Central criaram uma rede de corrupção e extorsão no sistema de atribuição dos chamados “Vistos Gold”.

Um grupo de Altos Dirigentes da Segurança Social montaram um esquema de corupção para a emissão de declarações falsas (lesando diretamente o Estado e as contas públicas).

Um grupo de Médicos, Farmacêuticos e quadros superiores de empresas farmacêuticas e do Governo Central, montaram uma rede de falsificação de receitas por forma a roubar o Estado.

Um primeiro ministro não pagou as suas contribuições e um ministro do seu governo apressou-se a culpar os serviços do seu próprio ministério sobre o tema.

Um antigo primeiro ministro é acusado de estar envolvido numa rede de corrupção e conpiração, digna das melhores séries de televisão sobre a podridão no mundo dos negócios e da política.

Um Banqueiro e todos os Gestores que o acompanharam ao longo dos anos montou um esquema fraudolento, com a conivência do regulador (Banco de Portugal), que arruinou várias centenas de cidadãos. São todos chamados a uma Comissão Parlamentar de Inquérito e todos afirmam que não sabem, não se lembram ou, simplesmente, não lhes apeteceresponder.

O pior: tudo isto aconteceu no mesmo país, no mesmo ano.

nada acontece. Falamos sobre isto tudo. Comentamos isto tudo. Achamos isto tudo um absurdo. Esquecemos que o verdadeiro absurdo é deixarmos tudo isto acontecer!

Está na altura de fazermos uma recomendação à ONU: que se mude o nome do País para absurdistão.

Assim, ao menos, os absurdos eramos todos nós!

publicado por lino47 às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. O Marquês

. Amadeu Homem

. Um arrazoado

. estátua de sal

. Marques Mendes

. ...

. Televisão

. Mais fátima

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.favorito

. Burla

blogs SAPO

.subscrever feeds