Quarta-feira, 28 de Outubro de 2015

Vou escoicinhar

A Doença de Parkinson é caracterizada clinicamente pela combinação de três sinais clássicos: tremor de repouso, bradicinesia e rigidez. Além disso, o paciente pode apresentar também: acinesia, micrografia, expressões como máscara, instabilidade postural, alterações na marcha e postura encurvada para a frente

Vou escoicinhar.
Esta página é minha e enquanto escrever dentro das normas que o facebook me pede para respeitar e que eu me comprometi a respeitar, eu posso escrever o que eu quiser.
Posso utilizar a verborreia que eu quiser e a meu bel prazer desde que não ofenda ninguém principalmente pessoas identificadas.
Dispenso que me chamem a atenção ou que me passem lições de moral, como se eu fosse um fedelho e não um homem quase septuagenário.
Essa de doutores armados em defensores da pureza da língua virem para aqui com lições de moral, apelando à ética e aos bons costumes já foi chão que deu uvas e não é um tipo qualquer lá por ser médico que me vem ensinar a estar em sociedade e a respeitar essa mesma sociedade em que estamos inseridos.
Por isso: Senhor Doutor médico: Guarde para si e para as pessoas com quem convive os seus sábios aconselhamentos.
Gostava de lhe escrever mais umas coisas mas como quero continuar uma pessoa educada, sociável e politicamente correcta, fico por aqui.
Além disso, como só tenho a quarta classe tirada em 1957 numa pequena escola primária de uma aldeia encravada nas encostas da Serra da Lousã, reconheço que tirando a linguagem verborraica não tenho grande aptidão para escrever coisas, senão ainda o mandava aquela parte...

 
 
 
publicado por lino47 às 17:57
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Outubro de 2015

A comunicação Social que temos

carlos matos gomes3.jpg

 

   A comunicação social portuguesa transformou-se na Sociedade Torre Vigia do Sião. A possibilidade de um governo apoiado numa maioria de esquerda converteu a comunidade jornalistas e opinadores em missionários da congregação de leitores fundamentalistas da Bíblia criada por Charles Taze na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Todos transmitem a mensagem dos “meninos de Deus” de aviso da proximidade do fim do mundo. As televisões, as rádios, os jornais foram assaltados por bandos de pregadores bíblicos que anunciam o Armagedão, a batalha decisiva entre o Bem e o Mal.

Por obra e graça da proposta de um vulgar secretário geral de um vulgar Partido Socialista de chefiar um vulgar governo de um pequeno Estado com o apoio de um vulgar partido que reúne cidadãos oriundos de vários movimentos da esquerda europeia pós Maio 68, maioritariamente de classe média urbana e progressista e de um vulgar partido comunista que procura o seu lugar nos novos tempos históricos, os opinadores que enxameiam a comunicação social portuguesa transformaram-se em esconjuradores bíblicos. Para a comunicação social portuguesa António Costa passou a ser o Anjo do Mal. Nas redacções de jornais, rádios e televisões a escatologia passou a ser religião única. Descobrimos que existem mais Césares das Neves nas televisões, jornais e rádios que ricos nas Bahamas!

A possibilidade de um governo normal, que substitua o gangue que devastou Portugal durante quatro anos, incendiou o desejo de salvação através da palavra que existe em cada plumitivo. De repente, perante o fim do mundo que avança com António Costa à frente, a multidão de crentes nas bênçãos dos mercados subiu aos púlpitos, saiu à rua para, de porta em porta e com os olhos arregalados, a voz num sufoco, anunciar o perigo mortal que aí vem com comunistas, bloquistas e outros apóstatas do euro, da dívida, do défice, da austeridade, em suma. Passaram a ser testemunhas da única religião verdadeira, a do paga e aguenta. Passos Coelho, Paulo Portas e a sua PAF passaram à categoria de Guardiões do Templo de Jeová. Todos repetem a frase bíblica de Isaías: “Antes de mim não foi formado nenhum Deus e depois de mim continuou a não haver nenhum.”

Nada existia antes deles e nada existirá depois deles, garantem com ar zangado dos Césares da Neves as testemunhas e os meninos de Deus que desfilam por ecrãs de televisão ou em fotografias nos jornais. São as testemunhas fiéis e verdadeiras que lutam para impedir a chegada do Apocalipse.

A possibilidade de um governo do Partido Socialista, apoiado pelo Bloco de Esquerda e pelo Partido Comunista revelou que a comunicação social portuguesa é uma seita. Uma seita como a das Testemunhas de Jeová, com os seus membros subordinados a um secreto Corpo Governante, o único com autoridade para interpretar as Escrituras.

A tentativa de António Costa teve, pelo menos, o mérito de desmascarar a falsidade da independência e da pluralidade da comunicação social. Sobra uma seita de pregadores bíblicos, de Césares da Neves, que nos impingem a “Boas Novas do Reino de Deus”. Do seu. Se quiserem saber tudo o que há para saber, e salvarem-se do Mal que se aproxima leiam a Sentinela e o Despertai, os órgãos oficiais da seita.

 

publicado por lino47 às 11:19
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2015

Exportação de energia

Isto é o resultado dos dinheiros mal investidos em obras faraónicas como são os parques eólicos e as centrais hídricas.
Este processo é um processo de etapas que foi iniciado no tempo dos governos socialistas chefiados por António Guterres e continuado por José Sócrates.
Aumento de produção de energia eléctrica para consumo interno permitiu que se criassem condições para que que se passasse a exportar aquilo que foi desde sempre um bem importado.
Com a criação dos vários parques eólicos e a construção de várias centrais hidricas, permitiu-se que 62% da energia eléctrica actualmente produzida em Portugal, seja agora energia limpa.
Com isso foram cumpridas as metas europeias que tanto preocupam a actual governação mas que nada fizeram para o conseguir.
Mas tão ou mais importante é o facto de se terem reduzido drasticamente os consumos de combustíveis fósseis que custavam ao país todos os anos, milhares de milhões de euros.
Outra coisa que também faz embandeirar em arco esta governação medíocre, analfabeta e reaccionária, são o aumento das exportações de combustíveis refinados, mas não cantam de galo quando se lembram de que também não são eles os fomentadores deste fenómeno, porque se exportações há, devem-se no essencial aos dinheiros mal investidos nas obras faraónicas realizadas nas refinarias da Galp.

 
publicado por lino47 às 22:49
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2015

Pérola escrita

Recebi por e-mail, esta pérola de escrita plena de humor inteligente!
MM

Carta dirigida pelo Dr. Frederico de Moura, Médico e Historiador de Vagos, ao

Dr. Nogueira de Lemos, Médico Cirurgião de Aveiro...

Meu caro Lemos,

É coisa axiomática que o pénis não obedece a freio; e é coisa de esperar que, a
natureza o tenha dado a animal que lhe não obedece.

Mas como a esta estuporada profissão que exercemos só aparecem anormalidades, aberrações e coisas em desacordo com a natureza, surgiu-me hoje no consultório esse rapazinho que lhe envio, com um freio de tal dureza e de tal conformação que o insubmisso pénis, tradicionalmente indomável, não teve outro remédio senão ceder.

Calcule os mistérios e os paradoxos desta ladina natureza!

Esse moço, na casa dos 20 anos com uns corpos cavernosos que devem estar isentos de qualquer esclerose ou de qualquer obstrução, e concerteza dispondo de uma libido afinada capaz de lhe fazer sair, erecto, o próprio umbigo, resolve ir para o casamento com os seus (dele) três vinténs e confirma, então a suspeita que já tinha, de que no auge da metálica erecção, o pénis fica em crossa como o báculo de um bispo, por incapacidade de vencer a brevidade e a dureza do freio que lho verga para a terra. 

Calculará o meu prezado Lemos, as acrobacias de alcova que este desgraçado terá de realizar para conseguir a penetração de um membro viril, quase tão torto como uma ferradura, na vagina suplicante da consorte.

De modo que o rapazinho veio pedir-me socorro, e eu condoído peço-lhe a sua colaboração em favor da harmonia conjugal, com a certeza de que por isso ninguém nos irá acoimar de chegadores.

Condoa-se a cirurgia de braço dado com a medicina que, por intermédio deste fraco servidor que eu sou, já se condoeu e endireitemos o pénis torto (e nada de confusões, que não é mole pelo que me afirma o proprietário).

Lembremo-nos, sobretudo, ao praticarmos esta obra, que vem aí um tempo em que um pénis destes, mesmo em arco ou em forma de saca-rolhas, nos faria um jeitão, e ajudemos o pobre rapaz que se compromete comigo a fazer bom uso dele, emprenhando a mulher da primeira vez que o usar, depois da operação ortomórfica que o meu amigo lhe vai fazer sem sombra de dúvida.

Desculpe mandar-lhe desta vez uma tarefa fálica!

Ouvi uma mulher um dia dizer que um Phallus é um excelente amuleto e que dá sorte verdadeira.

Se quiser tirar a prova não tem mais que endireitá-lo... e jogar a seguir na lotaria.

Desculpe, pois, a remessa de bicho tão metediço que eu por mim prometo, logo que possa, e em compensação, mandar-lhe uma vulva virgem e nacarada como uma concha de madrepérola.

Um abraço do seu amigo certo.

Frederico de Moura
P.S.– Como a minha letra é muito má segundo a sua opinião, e como o assunto desta

carta é muito importante para mim é  meu dever dactilografá-la.

Assim, não haverá nenhuma razão para que o meu amigo dizer que não entendeu o que eu queria e, por partida, deixar o aparelho na mesma ou pior ao rapaz.

Quero ainda dizer-lhe que para sua compensação, tenciono depois do êxito que o seu ferro cirúrgico vai alcançar, comunicar o seu nome à mulher beneficiada que, por certo, lhe ficará eternamente grata, ficando sempre com a sua pessoa presente na memória nos momentos – e oxalá que sejam muitos! – em que se sentir penetrada por um pénis que só o meu Amigo conseguiu endireitar.

E nem sei se o Estado virá louvar a sua acção, se lhe for dado conhecimento que os filhos que saírem daquele casal são devidos em grande parte (não ao seu pénis) mas, sem dúvida, à sua mão.

E filhos feitos com a mão nem toda a gente se poderá gabar de os fazer!...

Creia-me seu afeiçoado,

Frederico

27/3/1958

 
 
 
publicado por lino47 às 22:08
link do post | comentar | favorito
|

O pequeno Gomes Ferreira

O pequeno não passa de um assobio. Tem ar na cabeça e necessita que alguém o sopre para produzir sons simples. Alguém lhe explique que a política é a atividade humana de gerir a polis, a cidade, o estado, é, como tal, eminentemente coletiva para congregar ideias, vontades, interesses. Um projeto político independente é uma aberração intelectual. É a prova de que o pequeno não percebe nada - mesmo nada, nem sequer o significado das palavras - do que diz. Não associa termos a conceitos. Alguém lhe diga que até os maiores idiotas não conseguem ter projetos políticos independentes. Ele que veja o Donald Trump, nem ele tem um projeto político independente, tem correlegionários, claques, semelhantes que acenam com a cabeça. Nem o emplastro da televisão consegue: já tem seguidores. Cavaco Silva é um exemplo, tem sócios e uma pequena corte que o impede de ter um projeto político independente. Nem o BPN foi um projeto político independente. Ao longo da história da humanidade, entre idiotas bem intencionados, inconscientes e doidos perigosos, nenhum conseguiu ter um projeto político independente, todos agregaram sempre seguidores, apóstolos, homens de mão, cúmplices... De que furna terá saído este laparoto? Ou, a quem está ele a oferecer-se, ou a quem está ele a passar uma mensagem a recordar o pagamento de dívidas?

 
publicado por lino47 às 20:02
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 17 de Outubro de 2015

Carlos Esperança

A sociedade e o trabalho

No mesmo dia em que o Tribunal Constitucional chumbou o aumento da carga horária que o Governo queria impor aos funcionários autárquicos, a Suécia reduziu a jornada de trabalho de 8 para 6 horas, para tornar os trabalhadores mais felizes e mais concentrados durante a atividade e aumentar os índices de produtividade.

Foi uma notícia excelente que devia servir já de exemplo. Importa mais a distribuição do trabalho e dos lucros do que a produtividade quando novas tecnologias, ao contrário das de épocas anteriores, destroem pela primeira vez mais postos de trabalho do que os criados. Os proventos devem ser também repartidos, o que não pode continuar é a chaga do desemprego.

Parece haver na decisão sueca uma mudança de paradigma em relação aos anseios de justiça que, no passado, o socialismo demandou, tantas vezes de forma trágica e com sacrifício das liberdades.

O trabalho é um bem cada vez mais escasso e, por isso, urge democratizar o acesso. Não se pode conviver com legiões de excluídos, privados de cidadania, sem que se sinta um sobressalto cívico e na certeza ainda de que nenhuma sociedade pode sobreviver com as contradições da atual. Não há pensamento único, por mais poderosos que sejam os seus interesses, que sobreviva à tomada de consciência coletiva dos espoliados.

A crença no crescimento perpétuo da economia e na infinita capacidade do Planeta para suportar qualquer excesso demográfico esvaziou-se.

O mar perdeu 60% do peixe no último meio século; o solo arável diminui todos os anos; o aquecimento global é a evidência que já não se discute; a poluição aumenta; torna-se irrespirável o ar e a própria água é cada vez mais escassa. Com os recursos exauridos, o futuro apresenta-se progressivamente mais sombrio.

O modelo capitalista, que assegurou desenvolvimento e bem-estar, sem procurar conter o agravamento das desigualdades, está esgotado. Há quem procure prolongar a agonia do sistema, na esperança de que o dilúvio apareça depois, enquanto outros hesitam entre sistemas que fracassaram e a procura de novos equilíbrios.

Não é preciso ser profeta para prever uma catástrofe. As revoluções acontecem com a tomada de consciência das injustiças e a revolta das vítimas. São os que mais as temem os que as fomentam.

É preciso evitar o abismo à beira do qual nos colocámos.

publicado por lino47 às 16:49
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2015

Carlos Carreiras

Muito preocupada anda esta merda de sociais democratas da tanga com o que se passa dentro do PS.
Estas dores e corno, costumam a acontecer quando estes indivíduos sentem que  sua própria casa está com problemas sérios na organização interna.
Há muita gente assim.
Quando tem problemas em casa para quais não encontra grande solução põe-se a falar da vida alheia para disfarçar.
Carlos Carreiras que trate da vidinha da cidade que tem a obrigação de gerir e em vez de andar a doar palácios ao Rei de Espanha trate mas é da reabilitação dos bairros sociais como o «Bairro da Adroana» que desde a sua construção não viram uma telha nova ou um retoque na pintura    

publicado por lino47 às 14:30
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2015

ricciardi

Ricciardi acusa Marcelo Rebelo de Sousa de duas mentiras: a primeira é que "o BESI, ao contrário do que disse, nunca avalizou a emissão e colocação do papel comercial do GES."

publicado por lino47 às 12:44
link do post | comentar | favorito
|

O propagandista

O fala-barato prof Marcelo, conhecido propagandista que se auto-promoveu ao colo das TV´s, nunca foi um bem sucedido político nas breves situações que gozou dessa oportunidade e de onde sempre saiu pela porta das traseiras. Para além da sua vozearia sem fim e sem conteúdo substantivo, recheada de facilidades ocasionais e avulsas ao sabor da corrente mais imediatista (a ponto de ser considerado pela direita um cata-vento), o prof. Marcelo não tem perfil pessoal adequado nem independência política para vir a desempenhar o elevado e responsável cargo da Presidência da República. Tanto mais depois de ter apoiado a coligação de direita o poder, alvo de muitas e fundadas críticas pelo seu tão baixo nível moral e cívico que sempre demonstrou ter. As suas muito ouvidas alocuções televisivas caracterizam-se regra geral por uma superficialidade muito ao gosto das (suas) conveniências de momento em que tão depressa é frequentador dos salões chiques da burguesia endinheirada das "tias" de Cascais como visitante eufórico da Festa do Avante. Os "media" curvam-se. O zé povinho aplaude.

By Nuno Calvet

publicado por lino47 às 12:07
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Outubro de 2015

CORAÇÔES apaixonados

CORAÇOES APAIXONADOS....

 
 
Foto de Hélio Costa.
Hélio Costa

É este o simpático casal,
Mais amado de Portugal
E invejado no mundo inteiro.
Dois olhares entrelaçados,
Dois corações apaixonados,...
Num amor puro e verdadeiro!
A noiva achou que era justo
E resolveu pregar um susto,
A todo o Povo Português.
Fingiu que estava divorciada,
Esteve uns dias separada,
Mas lá se juntaram outra vez!
Muitos parabéns, para ao casal,
E pela brincadeira original,
Que causou tantas emoções.
Nem todos têm a categoria,
De conseguir … num só dia;
Empandeirar tantos Milhões!
Mas como Portugal é uma Nação,
Onde todos os Portugueses estão,
Cheios de dinheiro (Felizmente) …
Desde que haja amanhação;
Mais Milhão … Menos Milhão!
Não há gente … igual à gente!!

publicado por lino47 às 20:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. O Marquês

. Amadeu Homem

. Um arrazoado

. estátua de sal

. Marques Mendes

. ...

. Televisão

. Mais fátima

. ...

. ...

.arquivos

. Outubro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.favorito

. Burla

blogs SAPO

.subscrever feeds